Esqueça os guias de viagens em papel, as reportagens nas seções de turismo dos jornais e revistas ou até mesmo o bom e tradicional agente de viagens. É o digital que está pautando e influenciando as decisões dos viajantes sobre os seus próximos destinos.

São 65% dos viajantes a lazer pesquisando na internet, antes mesmo de saberem para onde vão. A inspiração também vem dos vídeos online. Pelo menos 66% das pessoas os assistem quando pensam em fazer uma viagem.

O YouTube lidera na preferência entre as plataformas para esse formato, com o maior market share. Essas são apenas algumas das conclusões da pesquisa conduzida pelo Ipsos MediaCT, em parceria com o Google. O estudo também revela que os consumidores recorrem aos dispositivos móveis para ajudar na decisão. A mensagem nas entrelinhas é bem clara: marcas com forte presença em todos os canais serão as mais bem posicionadas para engajar viajantes, sejam eles novos ou experientes.

Principais conclusões:

O universo digital é a fonte principal de inspiração para viagens: 65% dos viajantes de lazer são inspirados por fontes online, especialmente através de sites sociais e de vídeos e busca, enquanto 42% dos viajantes são inspirados para viajar através de conteúdo no YouTube.

Cada vez mais, os viajantes recorrem à busca primeiro no início do planejamento: Os aumentos mais notáveis ao ano entre viajantes começando com a busca ocorreram nas categorias de aluguel de carro e acomodações. Os viajantes utilizam diversos termos de busca (tanto de marca quanto não) durante o processo de pesquisa.

A etapa de pesquisa é uma oportunidade clara de branding para os anunciantes: A maioria dos viajantes de lazer e de negócios consideram diversas marcas na etapa de pesquisa (independente da categoria).

O dispositivo móvel é crucial em todas as etapas e influencia decisões de reserva: Smartphones são utilizados durante todo o processo de viagem, incluindo para inspiração durante “momentos de lanche”. Praticamente metade daqueles que usam seus smartphones para inspiração de viagens de lazer acabam reservando através de outro método/dispositivo. Apenas 23% daqueles que encontram um site não otimizado para o dispositivo móvel de fato completam a sua atividade.

Hábitos de visualização de TV continuam fragmentados e o vídeo é chave para servir de inspiração e planejamento: Um em cada três viajantes (38%) assiste televisão fora da programação ao vivo; quando dada a opção, a maioria avança os comerciais. Em contrapartida, 66% dos viajantes assistem vídeos de viagem online quando estão pensando sobre fazer uma viagem, e 65% assistem quando estão escolhendo um destino.

Planejadores de viagens de família estão em alta: Metade dos viajantes não definiram um destino no início do planejamento. 45% planejam viajar mais com a família no próximo ano e normalmente levam as preferências das crianças em consideração.

Confira abaixo o estudo completo: