O consumidor de hoje não está mais apenas bem informado sobre qual produto ele quer e o seu preço, ele também quer opiniões e informações detalhadas, disponibilidade de estoque e transporte rápido. Então, para permanecer relevante no mundo dos negócios on-line, é essencial acompanhar as mudanças para ficar à frente ou pelo menos manter o ritmo. Confira quatro tendências do e-commerce para 2015:

Flat design – Popularizado pelo Google, Microsoft e Apple, o flat design ou design plano, é a evolução das interfaces digitais. Sites com mais espaço em branco, fotos grandes e ícones estão substituindo texturas complexas, gradientes e flash. Sites de e-commerce estão usando ícones e imagens de produtos para substituir grandes blocos de texto num esforço para manter o foco nos produtos ao mesmo tempo em que diminuem as taxas de rejeição. Além disso, com o design responsivo como o novo padrão, simplificando as páginas web ao essencial, tornou-se possível a visualização 100% funcional em todos os tamanhos de tela.

Conteúdo interativo – E-commerces deverão dar mais destaque para a apresentação dos produtos, mas não apenas adicionando mais informações às páginas. Em vez disso, os consumidores acessarão informações sobre o produto por meio de novos recursos, como textos que aparecem ao passar o mouse sobre uma imagem, caixas informativas que deslizam com a rolagem da tela ou ainda uma miniatura que expande em boxes com mais descrições de produtos e preços. Vídeos também serão uma mídia para os e-commerces expandirem seus produtos. Estes recursos visuais e interativos elevarão a reputação dos e-commerces, mantendo consumidores engajados.

Personalização – A personalização é um negócio muito grande para pessoas e empresas. Mas até este momento, ainda existe um limite entre a capacidade dos e-commerces em proporcionar e entregar o que desejam e o que consumidor realmente quer. Em breve, sites de comércio eletrônico permitirão aos usuários reorganizar seus sites, eles poderão personalizar sua experiência reorganizando itens como recomendações de produtos e promoções, além da própria navegação. Estas customizações serão diretamente responsáveis pelo aumento da fidelidade do consumidor, pois o site será adaptado às necessidades particulares de cada um.

Carregamento rápido – Com mais usuários fazendo compras com seus dispositivos móveis, é essencial garantir o carregamento rápido. Durante o desenvolvimento do e-commerce ou na escolha da plataforma, o levantamento de fatores que influenciam na velocidade de carregamento deve ser priorizado. 75% dos internautas concordam que não voltaria a um site se ele não carregar dentro de quatro segundos! Então, garantir que o e-commerce tenha um carregamento rápido pode ser decisivo para fazer com que clientes retornem.